20071008

|| Série Tribos Urbanas ||

Imagem acima



A sociedade pós-moderna tem presenteado analistas com anomalias sociais das mais variadas.

Nesta série vamos elencar alguns novos grupos sociais vulgarmente conhecidos como ‘tribos’: briófitas, mancos, famosos de revista, telefonistas, pré-vestibulandos, fetos, idosos entre outros.

No capítulo de hoje conheceremos os novos ícones da habitação terrestre: Idosos.

- O que comem;
- O que vestem;
- Como se comunicam;

Divirta-se:

Superando a etnia Emo, os idosos têm praticado a reprodução via osmose e superado as expectativas dos coladores de adesivo “banco preferencial para analfabetos, mancos e idosos” nos ônibus. A população de idosos representa um contingente de quase 15 milhões de pessoas com 60 anos ou mais de idade (8,6% da população brasileira).

Caracterizados pelo sorriso maroto com vácuos entre dentes, vestidos floridos e relógios de parede nos pulsos, a tribo idosa é sempre cheia de simpatia e flatulência (na maioria das vezes simultaneamente).

Diferente do que muita gente pensa, não existe idade para participar do clã. Em sua maioria o grupo é composto por indivíduos de 65 anos em diante, mas alguns mancebos também têm aderido o visual “retrô” e o vocabulário de gírias característico dos vovôs.


Veja na imagem acima ^
A preocupação dos sociólogos tem sido a alteração que alguns fatores podem trazer pra vida em sociedade como a idéia de nunca mais poder sentar no lotação, o aumento exacerbado de bailes vespertinos, proliferação de furões de fila amparados por lei e principalmente o aumento do IPTU para sustentar a produção em larga escala de fraldas geriátricas fornecidas pelo governo.

Infelizmente os idosos são observados como seres completamente estéreis e que não mais servem para expressar a sua subjetividade. É o que os astrônomos chamam de estigma. Naturalmente o membro da trump idosa, já pesaroso por encontrar-se biologicamente envelhecido, pode sentir-se frustrado por perceber dificuldades para obter destaque em seu grupo social, confundindo-se com a corrente EMOlógica de tribos.

O pioneiro do movimento é Cid Moreira, idoso desde os 13 anos. O fundador da corrente difunde a filosofia idosa em rede nacional e é figura de destaque no cenário de líderes sociais junto com Spider Man, embaixador emo.

Confira a nossa lista de idosos famosos:

- Sandy;
- Roberto Justus;
- Cid Moreira;
- Celso Portioli;
- Vera Fisher;
- Raul Gil;



Outras informações sobre a recém-nascida tribo urbana vc encontra em www.vidaaposamorte.org

3 comentários:

pequena acéfala disse...

velhinhos são legais, digo idosos.

regiane disse...

eu sou sociologa n�o me ofendaaaaa

ahuahauhau

adorei linda
adoro tudo que vc escreve

bjobjo

Anônimo disse...

Muito, muito bom!!!
hahahahahaha...

Super hilario!