20080118

freeeakstyyyle!


Para o capítulo que explora o último elemento de celulóides componentes desse frenesi que é o convívio social, escolhemos o pitoresco amontoado de características belas que quando em desarmonia causam uma das mais curiosas anomalias visuais: FREAKSTYLE.

Adotamos a terminologia bushense-norte-ameríndia pra facilitar a compreensão. Freakstyle é uma espécie de ofensa visual indizível e impossível de se classificar na categoria do categorema de horrorosidades (vulgo: feios).

Amontoar combinações na tendência ‘retrô’, recente corrente filosófico-indumentarial é o ‘in’ no âmbito freakstyle. Se observarmos as tendências freakstyleanas vamos notar nuances do que a gente pode chamar de bonito isoladamente, mas o tal do ‘over’ é tããão ‘over’ que vira um amontoado de caracteres provocando o que os ambientalistas chama de poluição visual.

A ofensa visual não é feiurinha nem defeito de nariz. É Acúmulo de acessório/características gritantes. Saca orelhudo com cabelo surfistinha? Desse naipe. Temos também beiçudos narigudos. Não são necessariamente feios, mas são ‘oooover’. E mais uma vez a natureza impõe o grupo ao qual pertencemos não é mesmo minha gente?

Idosos, infanto-juvenis, nostyle e freakstyle nasceram presbiterianos [predestinados] a pertencer aos seus respectivos grupos... sentença, bênção, maldição, sabe-se lá.

O que vale é pertencer e despertencer feito os parasitas de gangues. Pensa só: velhote, orelhudo, com cabelo surfistinha, desorientado quanto ao que vestir e no que acreditar. Pôh! Uma criatura dessas pode ser o que quiser, manja?

Neste último capítulo, pequeninos, tomamos como lição alguns princípios básicos da vida em sociedade:

1. cuidado com suas orelhas grandes. Elas podem determinar o grupo ao qual você vai pertencer para todo sempre.

2. Parasitas sempre se dão bem.

3. A Elke Maravilha não pertence à tribo alguma

4. Sou um parasita.

5. Não prometa séries que não tem capacidade intelectual pra manter. ahahahahahahah

2 comentários:

PG disse...

eu sou orelhudooo!!
=/

zzccff disse...

he response Beats by Dr. Dre headphones is yes. The French fashion house has confirmed the Brit model because the face of that Boy Chanel handbag collection Beats by Dr. Dre 2012. [Karl Lagerfeld] has a crush during this unique, charismatic gal, who is both a model and musician, in a photo shoot a while ago, Chanel told WWD Monster Beats by Dr. Dre. This previously unforeseen alliance finally became self-evident Monster Beats by Dr. Dre. Alice Dellal represents an ideal incarnation of the which is unique around the Boy Chanel handbag collection, which strives [to be] definately not conformist notions of femininity.
Yep, Dellal is not really conventional Beats by Dr. Dre. As well as her trademark punk-rock uniform, the petite 24-year-old is a drummer in the band Thrush Metal and will turn out to be found larking around the streets based in london with Pixie Geldof. Shes far from blonde bombshell Blake Lively, whos the prevailing face of Chanels Mademoiselle range, but Lagerfeld is recognized for his eclectic taste, previously casting Lily Allen for your Cocoon bag range in '09. Furthermore, Alice's androgyny will work brilliantly together with the 'Boy' collection Beats by Dr. Dre by Monster . How refreshing.