20080506

História inebriante de lamúria, despudor, violência, engano e assassinatos - capítulo 8

A série de pilhérias infantis anda me rendendo bons remembers - péssima desenvoltura no ambiente paternal depois das denúncias de despotismo, é verdade, mas a inacreditável habilidade de fazer forcinha e lembrar é compensadora.


Não que James Taylor tenha qualquer referência músico-familiar pra ser trilha de enredo caseiro, mas o significante da sentença que a criatura entoa musicando por aí diz muito do que pode embalar circunstâncias tensas.
Dá pra circunstanciar facilitando o entendimento, né? Certo. É feito quando a gente acerta! Mas acerta mesmo! Sabe? Toma a decisão certa, ganha qualquer coisa num bingo, chega cego em casa, faz aqueeeeela faxina de dar brio no ego da mãe, na escala progênita não tem validade; é o mesmo que um nada bem grandão. pois bem.


Nessas horas, James Taylor poderia abrir a porta da frente e cantar ‘i want to stop and say thank you’ pra catalisar uns bons fluidos de amor, né? Também acho.
Enfim. Choradas as pitangas, bóra relatar os fatos.


Nem tudo são flores numa rotina infanto-juvenil envolvendo ruas e cães. Um pouco mais maturada pela vida e pelas experiências protagonizadas, pude receber do clero paternal a oportunidade de treinar meus dotes cuidativos [é. de cuidado, saca?] com um cão.
Depois de uma overdose de sessão da tarde, resolvi batizá-lo Pingo. Um pobre cãozinho sofredor. Macho e poodle, né? Maior preconceito.


Éramos felizes.
Vivíamos numa redoma de amor, felicidade e brincadeiras infantis que Pingo adorava. Apesar de toda a masculinidade com que um cão bem macho com pintinho pode ser dotado, o mascote retumbava de satisfação com os vestidos de boneca que lhe serviam melhor que se fossem confeccionados sob medida.


As patinhas traseiras sustentavam o rebolado e as dianteiras seguravam minhas mãozinhas para ajudar nos saltos ao som de qualquer axé. Momento família, né?
Minhas receitas com terra e grama compunham sua refeição preferida. Apesar de relutar enquanto eu inseria a mistura na boca cheia de dentinhos novos, não mantinha segredo quanto ao prazer de apreciar a comidinha da mamãe. Lágrimas nos olhos e tudo.


Ah, o adolescer. Fase em que os hormônios renegam o ambiente familiar. Nesse momento quis usar de disciplina mais ferrenha, mas meu coração de mãe não suportaria esfregar focinho em jornal e aquela coisa toda de educação para cães.


Então, num fim de tarde nublado, guiada pelo aperto angustiante que me acometeu , saí da hipnose televisiva e fui acompanhar pingo em suas brincadeiras. Carregava um vestidinho rosa numa mão e um punhado de terra na outra, quando, no quintal, pude topar com a verdade nua e crua: PINGO FUGIU.

continua.

[mérito pro garbo trovador que viu numa 'mãe' a 'mão' em potencial]

5 comentários:

Anônimo disse...

ó, manhê, nada disso, pingo tá num internato - na suíça.

sape, bambi, eu acho que vc não precisa esconder das pessoas que seu filhinho anda tendo uma educação erudita.

seria muita hipocrisia de sua parte omitir uma coisa dessas! é uma vida tão literária a do bingo, ops, pingo!

pronto, critiquei!

Garbo disse...

Sua forma desvanece meu desalento. Ignorar o conteúdo e olhar somente para como ele é sentido sempre me alegra.


Ps: na antepenultima frase vc poe Mãe e eu acho q era pra ser mao, ou eu nao entendi

guilherme dias disse...

que dó!
mas adolescência é um período conturbado para qualquer espécie!
pobre Pingo...
oh, pobre...

Pramod Negi disse...

Wonderful post, really great tips and advice. I was interested by your comment,
Cheap Flights to Penang
Flights to Penang
penang Flights to

Cheap Flights disse...

The metropolis of Los Angeles is a beautiful one. It bends plenty of people from around the world to visit the city by getting cheap flights to Los Angeles from their hometowns. The major attractions of the city are its beautiful parks namely the Exposition Park, the Griffith Park, the Japanese Garden and Orcutt Ranch Horticultural Cen
Flights to Los Angeles |Vancouver Flights| Cheap Flights Tickets